Korn divulga vídeo de cover de Sabotage com o Slipknot

February 6, 2015 in Chris Fehn, Corey Taylor, James Root, Prepare For Hell Tour, Shawn Crahan, Sid Wilson, Slipknot 2015

10929215_820270408027659_1064672056397097837_n-640x380

Após o lançamento de .5: The Gray Chapter, o Slipknot embarcou em turnê com o Korn para divulgar o novo trabalho. Durante a apresentação da banda de Bakersville pela Prepare For Hell Tour em Londres, no último dia 23, o vocalista Jonathan Davis chamou os mascarados do Iowa para tocar Sabotage, do Beastie Boys. A performance foi gravada e postada hoje em seu canal oficial no Youtube. Confira:

Mick: “.5: The Gray Chapter teve um processo criativo estranho”

January 15, 2015 in .5: The Gray Chapter, James Root, Joey Jordison, Mick Thomson, Paul Gray

jim mickk slipknot

Com os desfalques do baixista Paul Gray e do baterista Joey Jordison, muito se perguntava de como seria o processo criativo do Slipknot sem dois de seus membros fundadores. Como esperado, a produção de .5: The Gray Chapter foi diferente de seus antecessores e, segundo o guitarrista Mick Thomson, pitoresco.”Este disco teve um processo criativo estranho. Chegamos no estúdio mais cedo que planejamos. Jim e Corey tinham muitas demos e outras coisas acabaram surgindo no estúdio”, disse ao MusicRadar.

Não foi nem necessário ter uma jam com todos na mesma sala como inicialmente esperado – e como acontecia nos dois primeiros álbuns, escritos num porão. “Agora temos configurações idênticas de Pro Tools em nossos computadores e podemos trabalhar em material enquanto estamos em turnê”, explicou Mick. Tudo isso permite que a banda tenha músicas sendo feitas muito antes de irem ao estúdio.

Read the rest of this entry →

James: “Nunca ganhamos nenhum centavo com vendas de discos”

December 6, 2014 in .5: The Gray Chapter, Banda, James Root

10628136_10152559550172672_640235312612905044_n

Por se tratar de uma das maiores bandas da atualidade, o Slipknot ganha bastante dinheiro com a venda de discos? Errado. Em entrevista ao The Morning Call, o guitarrista James Root declarou que a fonte de renda da banda é outra. “Não penso muito nisso porque não recebemos nenhum centavo das vendas de discos e nunca recebemos. Para nós se trata somente das turnês”, disse.

Conversando ao telefone com o Alan Sculey, o guitarrista falou muito sobre o atual estado da indústria fonográfica. “Você nem save se terá uma carreira. Conseguiremos vender discos? Teremos uma gravadora? Quero dizer, gravadoras estão fechando o tempo todo. São necessárias coisas como pope rap pra mantê-las porque estes fãs são as únicas pessoas que ainda compram discos”, explicou.

Read the rest of this entry →

Slipknot: Audiobiography legendada

November 4, 2014 in .5: The Gray Chapter, All Hope is Gone, Banda, Chris Fehn, Corey Taylor, Iowa, James Root, Mick Thomson, Paul Gray, Self Titled, Sid Wilson, Slipknot, Vol. 3: (The Subliminal Verses)

clown

No dia do lançamento mundial de seu mais novo álbum, o .5: The Gray Chapter, no dia 21 de outubro, o Slipknot, em parceria com o Google Play, presentou seus fãs com um vídeo intitulado Audiobiography onde a banda conta, álbum por álbum, como foi construída toda a carreira que culminou no quinto álbum, número 1 de vendas. Em depoimentos bem sinceros, Corey Taylor, James Root, Mick Thomson, Chris Fehn, Michael Shawn “Clown” Crahan e Sid Wilson (numa participação especial), contam, dos seus pontos de vista, tudo que envolveu os álbuns Slipknot (1999),  IOWA (2001), Vol. 3: (The Subliminal Verses) (2004), All Hope Is Gone (2008) e o .5: The Gray Chapter (2014).

Legendas exclusivas feitas pelo pessoal da Slipknot –  Vídeos, no Facebook. Confiram:

Parte 1: Slipknot (1999)

Read the rest of this entry →

Shawn Craham: “Eu perdi meus pais e não foi tão difícil como perder Paul”

October 21, 2014 in .5: The Gray Chapter, All Hope is Gone, Banda, Brenna Gray, Chris Fehn, Corey Taylor, Craig Jones, Custer, Goodbye, James Root, Joey Jordison, Knotfest 2014, Mick Thomson, Paul Gray, Sarcastrophe, Self Titled, Shawn Crahan, Sid Wilson, Skeptic, Slipknot, The Negative One, Vol. 3: (The Subliminal Verses)

10649082_381118058705106_3135756592890635079_o

“Eu não costumo deixar as pessoas me verem chorar”, diz o percussionista Shawn Crahan, do Slipknot, com naturalidade. “É muito difícil. Mas quando eu ouvi o que Corey Taylor cantou na música ‘XIX’, eu chorei e chorei e chorei. Doía demais.”

“XIX” é o canto fúnebre que começa o .5: The Gray Chapter, quinto álbum de estúdio dos ameaçadores mascarados do metal, primeiro desde a morte de seu amigo e companheiro de banda Paul Gray, ocorrido em 2010. Crahan, mais conhecido por usar uma máscara de palhaço ensanguentada e convulsionar seu corpo durante os shows frenéticos da banda, tinha construído a faixa como um elogio de três minutos para Gray, baixista fundador do grupo, que morreu de uma overdose acidental de morfina e fentanil analgésico. Crahan falou as palavras de abertura da canção: “”This song is not for the living; this song is for the dead”. (Esta música não é para os vivos, é para os mortos) Mas são as letras que o vocalista Corey Taylor escreveu que o levou às lágrimas: “Walk with me, just like we should have done right from the start/Walk with me, don’t let this fucking world tear you apart” (Caminhe comigo, assim como deveríamos ter feito desde o início/Caminhe comigo, não deixe que a droga desse mundo acabe com você).

Read the rest of this entry →

Mick Thomson sobre o novo baterista: “Ele cresceu com a banda”

October 17, 2014 in .5: The Gray Chapter, Banda, James Root, Joey Jordison, Knotfest, Knotfest 2014, Mick Thomson, Prepare For Hell Tour, Soundwave 2015

10719322_730979450316832_514797783_n - Cópia

O guitarrista do Slipknot, Mick Thomson, disse que o baterista substituto do membro fundador da banda, Joey Jordison, “cresceu com” a música da banda e “sabia todo o material” antes de entrar e se juntar ao grupo durante as sessões de composição do álbum .5: The Gray Chapter.

“Nós meio que sabíamos quem queríamos [que tocasse bateria no novo álbum] desde o início, e pegamos ele”, disse Mick , em entrevista para a revista Guitar World. “Sabíamos desde o começo que não íamos ter qualquer problema com ele. Nós tivemos sorte, eu acho. Ele sabia todo o [antigo] material. Ele cresceu com a banda. Isso fez com que as coisas ficassem mais fáceis.”

Read the rest of this entry →

Corey Taylor fala sobre as comparações do Slipknot com o Stone Sour e sobre a identidade do novo baterista

October 11, 2014 in .5: The Gray Chapter, Banda, Corey Taylor, James Root, Prepare For Hell Tour, Slipknot 2014, Stone Sour, The Devil In I

coreytaylorstonesourlive2014_2_638O vocalista do Slipknot, Corey Taylor, que também é o frontman do Stone Sour, diz que muitas vezes as pessoas “escolhem o caminho mais fácil” e comparam as músicas das duas bandas, apesar da falta de semelhanças.

“Eu acho que muito disso se resume a minha voz”, disse Corey durante uma aparição no Corey Taylor Talks, programa de rádio em Las Vegas voltado para adolescentes, apresentado pela atriz e personalidade do rádio, Corey Taylor (nenhuma relação com o Corey do Slipknot).

“Tipo, há um monte de gente que acha que quando eu canto pesado com Stone Sour, eu estou tentando fazer Slipknot. E vice-versa – quando eu canto mais melódico com Slipknot, eu estou tentando ser mais Stone Sour. E isso é tipo: ‘Mas você não está ouvindo a música, você está colocando tudo junto.’ Como na [nova música do Slipknot] ‘The Devil In I‘, um monte de gente comparou ao Stone Sour porque ali tem muita melodia até que chega no refrão e dá um soco, você sabe. E eu fico tipo: ‘Ehhh … Na verdade não.’ É Slipknot, [por isso] é uma música do Slipknot. E eu acho que é porque um monte de pessoas, para melhor ou para pior, escolhe o caminho mais fácil para descobrir o que eles estão pensando, ou qual é sua opinião. Então, se eles leem alguém dizendo:’Bem, ele está cantando de forma melódica, então tem que ser Stone Sour.’ Muita gente pegou isso porque é mais fácil ir com a multidão do que pensar de forma diferente. Mas nós encorajamos nossos fãs para tentar e fazer essas coisas. ”

Read the rest of this entry →

James Root sobre o Slipknot: “Esta banda é uma anomalia”

October 1, 2014 in .5: The Gray Chapter, All Hope is Gone, Banda, Corey Taylor, Donnie Steele, Iowa, James Root, Joey Jordison, Knotfest 2014, Paul Gray, Shawn Crahan, Slipknot, Slipknot 2014, Soundwave 2015, Stone Sour, The Devil In I, The Negative One, Vol. 3: (The Subliminal Verses)

james

Existe muita pressão quando você é de uma das maiores bandas do mundo, com legiões de seguidores esperando ansiosamente pelo seu próximo lançamento. Mas quando está prestes a embarcar no primeiro ciclo sem dois elementos-chave, esta pressão se multiplica. É o caso do Slipknot.

Apesar das pressões gêmeas de trazer dois novos integrantes numa locomotiva que opera por quase duas décadas e também honrar o amado falecido baixista, o guitarrista James Root lembra de como a produção de .5: The Gray Chapter foi algo catártico e terapêutico.

Read the rest of this entry →