InkAddict entrevista Sid Wilson

August 2, 2014 in Sid Wilson

Sid_BlogHeader

No dia 9 de agosto, você vai nos encontrar novamente no Dirt Fest para mais um ano de rock, punk, metal, e muito mais. Venha para a nossa tenda para encontrar  uma série de suas bandas favoritas na programação, incluindo Sid Wilson do lendário Slipknot. Fomos conhecer Sid um pouco mais cedo e decidimos compartilhar a conversa com nossos companheiros InkAddicts.

Um homem de muitos nomes, incluindo DJ Starscream, Ratboy, # 0, e muito mais. O que o levou a decisão de começar a usar oSid”?

Sid: Bem, foi simples. Eu pensei comigo mesmo: “como é que todo mundo me chama nos shows“? SID. Eu acho que a maioria das pessoas só me chamam de  SID. É o qual as pessoas estão mais familiarizadas. E eu sou o III. E por incrível que pareça eu sou o terceiro Sid mais famoso na música. Syd Barrett, Sid Vicious, e eu.

Você começou como um DJ. Você pode nos contar sobre a primeira vez que você tocou um turntable?

Sid: Na verdade eu comecei no piano e baixo e vocais. Discotecar veio mais tarde depois que uns amigos e eu, principalmente o Dj Phase Two, fomos para festas e clubes assistindo os DJs e dançar.

Como DJ Starscream você lançou o The New Leader em 2006 e uma série de projetos desde então. Qual é o próximo projeto programado para liberar como Sid?

Sid: SID I foi lançado em 2011. Está saindo agora SID II, bem como o SID Presents “The Miami Vice SoundCrack. Preparem-se também para o “King of the Junglevol de 1 & 2do DJ Starscream.

Qual é a história por trás da escolha da música Royals, da Lorde, para remixar?

Sid: O dia em que ela foi lançada, o meu empresário Sy me mostrou [a música] e disse, “você sabe, dunt dunt clack duh duh duntduntdunt clack clack dunt dunt dunt clacke eu fiquei tipo JUUUUUUUUNNNNGGGGGLLLLLLE REMIXXXXXXXX!”

Você já tocou tantos gêneros de música ao vivo. Do metal para DJing e agora é o vocalista do seu próprio grupo. Quando você se apresenta  ao vivo, o que você mais gosta sobre esses estilos diferentes? Você tem um favorito?

Sid: Todos eles têm a sua própria apreciação ao vivo como um performer. Eu acho que apenas ser capaz de ser tão versátil é a recompensa porque eu começo a experimentar muito mais do que um artista experimentaria normalmente.

Falando do gênero de música que você ama, eu vejo que você tem uma tatuagem de selva’ para representar esse gênero particular de eletrônica. Você tem alguma história particularmente interessante por trás de suas tatuagens?

Sid: São muitas para contar. TOOOOOODAAAS têm uma história.

Sidthe3rd.com foi substituído por uma misteriosa mensagem “transformada”. Você pode nos dar uma pista sobre o que está acontecendo nos bastidores em seu site?

Sid: Basicamente, eu estou passando por uma transformação na minha vida e esta é a fase de casulo.

Com todos os tipos de música e projetos que você tem em mãos, o que podemos esperar para ver durante a sua apresentação no Dirt Fest?

Sid: Muitíssima coisa de metal jungle [música eletrônica] e algumas novas batidas digipunk nas quais eu venho trabalhando.

O que você gostaria de dizer para as pessoas que vão ao Dirt Fest?

Sid: Certifique-se de conferir a banda que eu estou empresariando, chamada “Nuisanceàs 1:30 no National Rock Review Stage. Esteja lá porque eu estarei!

 

Fonte: InkAddict

Sid Wilson fala sobre Nine Inch Nails e Limp Bizkit

April 18, 2013 in Banda, Sid Wilson

Recentemente, Sid falou ao ArtistDirect.com a respeito do Nine Inch Nails e do Limp Bizkit. Confira abaixo:

Sobre o Nine Inch Nails

Quando o Nine Inch Nails surgiu, eu simpatizei com eles na mesma hora. Eu estava em meio a um monte de coisas industriais que estavam surgindo antes, como o My Life With The Thrill Kill Cult e Crash Worship. Lembro-me de um monte de garotos completamente apaixonados pelo Nine Inch Nails. Eles falavam: “Eu vou me sacrificar por Trent Reznor!”, e eu pensava: “Eu quero aquela atenção”. Eu estava com ciúmes [risos]. Contudo, eu amo Trent . Ele é legal pra caramba!

Sobre o Limp Bizkit

“Eu comecei a curtir Limp Bizkit quando me uni ao Slipknot. Eu sabia que o Limp Bizkit tinha um DJ. Eu estudo qualquer banda que tenha um DJ ou um tecladista. Basicamente, eu ouvia Limp Bizkit e Fear Factory muitas e muitas vezes para me familiarizar com a forma que esses tipos de sons eram usados no metal e música pesada. Eu estava ouvindo essas duas bandas repetidamente. O Y’All$ do Three Dollar Bill é um grande disco. Eu gostava da capa. Quando os escutava, eu gostava que toda a banda não se vendia ao sistema durante a mixagem. Eu sou do hip-hop, obviamente. No entanto, com o hip-hop, o DJ é de todos os instrumentos. Na banda, o DJ é um dos instrumentos. Você tem que encontrar o mash para se tornar parte de toda a armadura mesmo. Foi isso que eu gostei do Limp Bizkit. DJ Lethal fez um trabalho muito grande colocando a certeza no que era verdade. Ele ligava os amplificadores de guitarra e esse tipo de coisa. O que eles faziam com um DJ abriu o caminho para todos os outros DJs em bandas. Eu sempre quis o Slipknot, o Korn e o Limp Bizkit em uma turnê! Nós três seríamos uma potência destruidora. Isso seria incrível. Seria uma morte cerebral. Você teria os três pesos mais pesados  da época e os colocaria em um show.”

Fonte: ArtistDirect.com

Sid Wilson substitui Jonathan Davis como Dj

September 25, 2012 in Sid Wilson

Sid Wilson, Dj do Slipknot vai substituir JJ Devil, o alter ego de Jonathan Davis do Korn, como show de abertura no “Twins of Evil Tour” que tem Rob Zombie e Marilyn Manson como atracões principais.

Jonathan Davis cancelou sua participação por orientação medica, para se recuperar da exaustão que foi a turne de dois meses com o Korn.

A “Twins of Evil” começa dia 28/09 em Phoenix, Arizona.

Fonte: Blabbermouth