.5: The Gray Chapter deve estrear no topo da Billboard

October 24, 2014 in .5: The Gray Chapter, Banda by Felipe Maia

slipknot_2014_cr_m._shawn_crahan

A primeira vez é inesquecível? Pode até ser, mas é sempre bom repetir um feito marcante. Depois de ser lançado no último dia 21, .5: The Gray Chapter deve repetir o feito de All Hope Is Gone: estrear no topo da Billboard – a lista indica os discos mais vendidos.

Primeiro trabalho do Slipknot sem o baixista Paul Gray e o baterista Joey Jordison, o álbum provavelmente venderá cerca de cem mil cópias até o dia 26, quando a nova lista deve ser fechada. A Billboard divulgará o ranking atualizado no dia 29.

Fonte: Billboard

James sobre acusações de Brenna Gray: “Estávamos lá pro Paul”

October 23, 2014 in .5: The Gray Chapter, Banda, Brenna Gray, James Root, Paul Gray by Felipe Maia

jimrootsolo2014maskint_638

A morte do baixista Paul Gray permanece na pauta das entrevistas do Slipknot. Após a viúva Brenna Gray acusar os membros da banda de não ajudarem o amigo na luta contra as drogas, o guitarrista James Root saiu em defesa dos mascarados. “No final das contas, Paul estava doente e tinha um problema. Estávamos lá pra ele”, disse à revista Sweden Rock Magazine. “Ele é nosso amigo, irmão e compatriota. Sempre será parte de nossas vidas, não importa o que aconteça”, continuou.

Em abril, Brenna prestou depoimento no julgamento do médico Daniel Baldi – acusado de homicídio culposo e inocentado das sete acusações, incluindo a morte de Paul. Segundo ela, pediu a ajuda dos colegas do marido alguns antes da morte do músico, mas eles demonstraram não se importar com a dura batalha dele. “Um estava jogando golfe a dois minutos da nossa casa e não podia vir. Ninguém mais se importava, ninguém estava envolvido. Eles disseram que era meu problema”, contou aos magistrados.

Read the rest of this entry →

Shawn Craham: “Eu perdi meus pais e não foi tão difícil como perder Paul”

October 21, 2014 in .5: The Gray Chapter, All Hope is Gone, Banda, Brenna Gray, Chris Fehn, Corey Taylor, Craig Jones, Custer, Goodbye, James Root, Joey Jordison, Knotfest 2014, Mick Thomson, Paul Gray, Sarcastrophe, Self Titled, Shawn Crahan, Sid Wilson, Skeptic, Slipknot, The Negative One, Vol. 3: (The Subliminal Verses) by Slipknot Brasil

10649082_381118058705106_3135756592890635079_o

“Eu não costumo deixar as pessoas me verem chorar”, diz o percussionista Shawn Crahan, do Slipknot, com naturalidade. “É muito difícil. Mas quando eu ouvi o que Corey Taylor cantou na música ‘XIX’, eu chorei e chorei e chorei. Doía demais.”

“XIX” é o canto fúnebre que começa o .5: The Gray Chapter, quinto álbum de estúdio dos ameaçadores mascarados do metal, primeiro desde a morte de seu amigo e companheiro de banda Paul Gray, ocorrido em 2010. Crahan, mais conhecido por usar uma máscara de palhaço ensanguentada e convulsionar seu corpo durante os shows frenéticos da banda, tinha construído a faixa como um elogio de três minutos para Gray, baixista fundador do grupo, que morreu de uma overdose acidental de morfina e fentanil analgésico. Crahan falou as palavras de abertura da canção: “”This song is not for the living; this song is for the dead”. (Esta música não é para os vivos, é para os mortos) Mas são as letras que o vocalista Corey Taylor escreveu que o levou às lágrimas: “Walk with me, just like we should have done right from the start/Walk with me, don’t let this fucking world tear you apart” (Caminhe comigo, assim como deveríamos ter feito desde o início/Caminhe comigo, não deixe que a droga desse mundo acabe com você).

Read the rest of this entry →

James e Mick falam sobre o brutal .5: The Gray Chapter

October 19, 2014 in .5: The Gray Chapter, Banda, James Root, Mick Thomson by Felipe Maia

download

A revista Guitar World entrevistou os guitarristas Mick Thomson e James Root e perguntou sobre todo o processo em torno do novo disco do Slipknot. Segue parte da reportagem, a ser publicada integralmente na edição de dezembro.

Tons de cinza: com a morte e a saída de membros fundadores, o Slipknot passou por alguns anos duros ultimamente. Com .5: The Gray Chapter, eles canalizam a energia do falecido baixista Paul Gray e retornam com um disco brutal – mas de múltiplas facetas.

Read the rest of this entry →

Corey fala sobre como a morte de Paul uniu mais a banda; e o que esperar da nova turnê

October 18, 2014 in .5: The Gray Chapter, AOV, Banda, Corey Taylor, Custer, Goodbye, Iowa, Joey Jordison, Knotfest 2014, Paul Gray, Prepare For Hell Tour, Sarcastrophe, Shawn Crahan, Skeptic, Slipknot, The Devil In I, The Negative One by Slipknot Brasil

10698482_662883103830146_664103970423559271_n
Antes do lançamento de seu novo álbum, .5: The Gray Chapter, o vocalista do Slipknot, Corey Taylor, fala com Jonty Simmons sobre como lidar com a morte de Paul Gray, os novos membros da banda e o que esperar dos nove quando retornar à Austrália para o Soundwave 2015.

Cada membro do Slipknot foi forçado a enfrentar sua própria mortalidade quando o amigo e baixista Paul Gray faleceu tragicamente em 2010. Na sequência da sua morte, a banda se fechou, e nenhum material gravado surgiu por mais de seis anos. Após um forte luto, eles se encontraram em uma encruzilhada: gravar ou parar. Para uma banda que tinha sobrevivido desde 1999 com todos os seus membros originais intactos, foi uma decisão extremamente difícil. Embora este período de introspecção tenha levado à remoção do baterista de longa data Joey Jordison (em circunstâncias nada amigáveis??), também definiu o caminho certo da banda para fazer o álbum de número cinco, .5: The Gray Chapter.

Read the rest of this entry →

Mick Thomson sobre o novo baterista: “Ele cresceu com a banda”

October 17, 2014 in .5: The Gray Chapter, Banda, James Root, Joey Jordison, Knotfest, Knotfest 2014, Mick Thomson, Prepare For Hell Tour, Soundwave 2015 by Slipknot Brasil

10719322_730979450316832_514797783_n - Cópia

O guitarrista do Slipknot, Mick Thomson, disse que o baterista substituto do membro fundador da banda, Joey Jordison, “cresceu com” a música da banda e “sabia todo o material” antes de entrar e se juntar ao grupo durante as sessões de composição do álbum .5: The Gray Chapter.

“Nós meio que sabíamos quem queríamos [que tocasse bateria no novo álbum] desde o início, e pegamos ele”, disse Mick , em entrevista para a revista Guitar World. “Sabíamos desde o começo que não íamos ter qualquer problema com ele. Nós tivemos sorte, eu acho. Ele sabia todo o [antigo] material. Ele cresceu com a banda. Isso fez com que as coisas ficassem mais fáceis.”

Read the rest of this entry →

Corey sobre novos membros: “Não são só músicos contratados”

October 16, 2014 in .5: The Gray Chapter, Banda, Corey Taylor, Prepare For Hell Tour, Slipknot by Felipe Maia

slipknot-new-members_600

Talvez a pergunta mais corriqueira das entrevistas recentes do Slipknot seja a situação dos novos integrantes da banda. Em entrevista a Zane Lowe da BBC Radio 1, o vocalista Corey Taylor voltou a falar sobre os substitutos do baixista Paul Gray e do baterista Joey Jordison. “Fomos muito criticados por isso, mas eles ainda não são membros oficiais – ambos não possuem números, mas têm máscaras e uniformes”, explicou.

Segundo Corey, é necessário merecer tal oficialização como tudo na vida. “Conquistamos tudo que temos. Independentemente das pessoas quererem admitir, nós merecemos todo o sucesso desta trajetória. Então é justo que, ao ter uma oportunidade de entrar nesta banda, você não seja parte dela automaticamente”, disse.

Read the rest of this entry →

Bombeiros vetam cocô de camelo queimado no Knotfest

October 16, 2014 in .5: The Gray Chapter, Banda, Knotfest, Knotfest 2014 by Felipe Maia

Slipknot perform at the 2012 Rockstar Energy Drink Mayhem Festival at the Comcast Center in Mansfield, Mass. on August 3, 2012

Pode até ter um aroma diferente no ar de San Bernardino durante o Knotfest, mas não será o de cocô de camelo queimado. Segundo o site TMZ, o corpo de bombeiros local vetou a ideia do Slipknot e a banda precisará pensar em outra maneira de dar um cheiro característico ao seu festival. O motivo? A legislação da California proíbe a queimada de óleo e as autoridades ainda consideram a ideia de fezes queimadas um incômodo ao público.

O plano dos mascarados era encher barris com os excrementos dos animais e incinerá-los durante as apresentações. Desta forma, a fragrância ficaria impregnada nos fãs durante um bom tempo e seria uma característica única do evento. “Tem um cheiro bem distinto. Não é necessariamente a coisa mais confortável, só que também não é a pior coisa”, declarou o percussionista Shawn Crahan.

Read the rest of this entry →

Página 10 de 60« Primeira...89101112203040...Última »