by Ariane

Shawn: “Não estou pronto para entrar em um estúdio sem Paul”.

September 24, 2012 in Donnie Steele, Paul Gray, Shawn Crahan by Ariane

O Slipknot está atualmente em uma pausa após a turnê passada, onde foram a atração principal no Mayhem Festival 2012, o Heavy T.O. e os festivais Heavy MTL, e própria criação ao vivo da banda, o Knotfest. Em uma recente entrevista ao Artisan News, o percussionista e criativo desbravador, Shawn ‘Clown’ Crahan, falou sobre as contribuições do falecido baixista Paul Gray, que serão ouvidas no próximo álbum do Slipknot.

“Há canções que ele escreveu que serão parte do próximo disco”, diz Crahan. “Nós todos vamos ter que pensar como ele e ele vai estar lá. Ele vai estar lá, não há nenhuma maneira [que] Paul Gray [não esteja] em uma parte de tudo o que fizermos para o resto de nossa carreira.”

O baixo de Gray foi colocado no palco durante a turnê passada do Slipknot, com o baixista da banda em turnê, Donnie Steele, permanecendo fora do palco durante os shows restantes. Tivemos a oportunidade de falar com o Clown no festival Heavy MTL 2012, em Montreal, Quebec, onde o músico mascarado explicou as dificuldades que o Slipknot continua a enfrentar sem Gray.

“Como todos sabemos, Paul foi o maior escritor da banda”, diz Clown. “Nós fizemos uma turnê esporádica por dois anos para compartilhar o processo de luto com os nossos fãs, em vez de fazê-lo por nós mesmos e deixá-los fazer isso sozinhos – nós estamos fazendo isso juntos… Mesmo que ká tenham se passado mais de dois anos, você tem que ser capaz de ir para o estúdio calmo e seguro, porque eu não estou pronto para entrar em um estúdio e não vê-lo.”

Fonte: Loudwire

Corey Taylor fala sobre o Knotfest, Stone Sour e o futuro do Slipknot

September 24, 2012 in Banda, Corey Taylor, Knotfest, Stone Sour by Jéssica

Corey Taylor foi entrevistado no programa de rádio “Full Metal Jackie” recentemente, e falou um pouco sobre o novo álbum do Stone Sour, o Knotfest e o futuro do Slipknot.
Clique no player abaixo para ouvir a entrevista (em inglês) e acompanhe a tradução:

Vamos falar sobre o Stone Sour. Um álbum duplo de conceito descrito musicalmente como o encontro entre Pink Floyd e Alice in Chains, e com uma revista em quadrinhos correspondente- isso soa como um grande e criativo empreendimento. O que fez a bola rolar?

Isso era algo em que eu estava realmente pensando quando estávamos fazendo “Audio Secrecy” e, honestamente, veio de todos os pequenos pedaços e fragmentos que nós meio que deixamos de lado depois que nós havíamos terminado com as gravações iniciais do “Audio Secrecy”. Eu tinha uma historia embrulhada na minha cabeça há um tempo, e eu apenas comecei a tentar imaginar como ela seria, especialmente nos dias de hoje quando todo mundo é tão honesto- trocadilho absolutamente intencional aí. Eu estava tipo, “Sabe de uma coisa?! Dane-se a indústria. Se eu quiser fazer algo superior e além de uma obra de arte, mas também música boa e algo que pudesse realmente disparar em cada cilindro artístico, o que seria?”, eu realmente comecei a colocar a história para fora no começo, então, obviamente, certas coisas aconteceram que realmente me levaram pra longe de algo artístico- Paul Gray morreu e então, cerca de um ano depois Roy [Mayorga, baterista do Stone Sour] teve um AVC então tudo ficou realmente confuso pra mim por um tempo. Bem no meio dos shows no Sonisphere, que nós estávamos fazendo com o Slipknot, eu estava mesmo pensando no Stone Sour por alguma razão, e foi quando eu realmente comecei a juntar um monte de pedaços. Eu coloquei a história para fora na estrada e, muitas das músicas que eu escrevi para os álbuns, escrevi na estrada. Então, na hora que eu voltei, estava impaciente para fazer algumas demos e foi daí que começou.

Olhando para trás, qual foi a parte de fazer um álbum conceitual que você estava menos preparado?

Tenho que ser honesto, eu estava muito determinado a fazer o que fosse preciso. O que eu realmente tinha que lembrar era que as letras eram uma narrativa- que é exatamente onde eu precisava focar e ter certeza que eu estava contando a história do jeito que deveria ser contada. Basicamente, as músicas são o diálogo interno para os personagens que estão na história em si, então quando você ouve a música e lê à história, você tem quase uma espécie de experiência 3D – você está lendo a história, mas você também está entendendo o que eles estão pensando. Pra mim, o real desafio foi manter a integridade daquilo e ter certeza que cada personagem teria seu pouquinho a dizer e ter seu próprio ‘pequeno momento herói’ e tudo aquilo que nós tentamos fazer musicalmente e criativamente foi uma boa reflexão – tudo aquilo reforça a história. Foi muito divertido. Quero dizer, foi muito trabalhoso, mas foi muito divertido também. Trabalhar com Dave [Bottrill, produtor], ele realmente foi capaz de tirar todo esse grande material de nós – basicamente fazendo dois álbuns no tempo que leva para se fazer um. Então, quero dizer, não foi muito trabalho; foi somente muita diversão no fim no dia.

  Read the rest of this entry →

Promoção: “All Hope is Gone”

September 21, 2012 in Banda by Natália

Que tal uma cópia novinha do “All Hope is Gone“? Como vocês já sabem, em parceria com sites da América Latina, lançamos o “SlipknotLA.com”, um mega projeto para trazer a atenção dos produtores e conseguir mais shows da banda por aqui. A intenção é mostrar isso através de fotos, vídeos e um abaixo assinado.

Decidimos sortear uma cópia do “All Hope is Gone” entre a galera que está no projeto. Para participar é muito simples:

  1. Tire uma foto ou grave um vídeo de acordo com o regulamento: Fotos | Vídeos para o projeto e assine o abaixo assinado;
  2. Depois, basta twittar a seguinte frase: “Estou com o @Slipknotbr http://kingo.to/1bFV no projeto do Slipknotla.com (link da foto .jpg ou do vídeo no youtube)”
  3. As fotos podem ser hospedadas no Facebook ou qualquer outro site que vocês preferirem, mas o tweet deve conter o link direto em .jpg
  4. Após preencher os dados, o abaixo assinado vai para uma tela de doação, basta fechar a janela que sua assinatura já está registrada.

E pronto, você já está participando. Não se esqueça de mandar o link da foto ou do vídeo, e assinar o abaixo assinado. Qualquer material que não estiver de acordo com o regulamento será desclassificado.

As pessoas que já mandaram suas fotos serão avisadas por e-mail e também vão participar. A promoção começa hoje e o material pode ser mandado até a meia noite do dia 20/10. O resultado sai dia 21/10, e o vencedor será avisado aqui e pelo twitter. O envio do prêmio é responsabilidade do SlipknotBR e a promoção só é válida para residentes do Brasil.

Qualquer dúvida sobre o regulamento, basta postar nos comentários ou enviar um e-mail para contato@slipknotbr.com, a equipe do site não vai participar da promoção.
Algumas fotos recebidas ainda não foram adicionadas a galeria, mas os donos também receberão os e-mails.

Dr. Daniel Baldi consegue adiamento do pré-julgamento

September 20, 2012 in Daniel Baldi, Paul Gray by Natália

Daniel Baldi, acusado de prescrever altas doses de medicamentos controlados que levou oito pacientes a morte, incluindo Paul Gray, conseguiu o adiamento do pré-julgamento que estava marcado para sexta feira, dia 21/09. Seu advogado, Guy Cook, pediu esse adiamento para que Baldi conseguisse todos os documentos e registros farmacêuticos, e também para reunir testemunhas. A nova data foi marcada para o dia 9 de Outubro.

Fonte: Des Moines Register

 

Conheça o caso:

Médico de Paul Gray enfrenta oito acusações de homicídio culposo.
Shawn Crahan e Brenna prestam depoimento sobre Daniel Baldi
Divulgada a lista de vítimas do Dr. Daniel Baldi
Slipknot se pronuncia sobre as acusações de Daniel Baldi
(Exclusivo) Conselho de medicina de Iowa: Denúncias contra Daniel Baldi

Documentos da delegacia mostram acusações contra Dr. Baldi

September 6, 2012 in Daniel Baldi, Paul Gray by Natália

(Clique na imagem para ampliar/Fonte: Des Moines Register)

 

O Des Moines Register teve acesso aos documentos da delegacia de Iowa com todas as denúncias de homicidio culposo contra o Dr. Daniel Baldi. A página referente a denúncia de Paul contém as seguintes informações:

Estado de Iowa contra Daniel James Baldi

O réu é condenado pelo crime de homicídio culposo. No dia 12/04/2010 causou, sem a intenção a morte de Paul Gray quando continuou prescrevendo uma alta dose de narcóticos para uma pessoa que era viciada, desde o dia 27/12/2005 até o dia de sua morte em 24/05/2010.

A denúncia foi feita por Brenna Gray, viúva de Paul. Na lista de testemunhas, além de Brenna também constam Stephanie Taylor (mulher de Corey), Cory Brennan (empresário do Slipknot) e Shawn Crahan, além de outras 5 pessoas.

Logo abaixo, o valor da fiança, de 2 mil dólares para cada acusação (totalizando 16 mil dólares) que foram pagos pelo advogado de Daniel e o mesmo foi liberado para aguardar o julgamento.

 

Conheça o caso:

Médico de Paul Gray enfrenta oito acusações de homicídio culposo.
Shawn Crahan e Brenna prestam depoimento sobre Daniel Baldi
Divulgada a lista de vítimas do Dr. Daniel Baldi
Slipknot se pronuncia sobre as acusações de Daniel Baldi
(Exclusivo) Conselho de medicina de Iowa: Denúncias contra Daniel Baldi

(Exclusivo) Conselho de medicina de Iowa: Denúncias contra Daniel Baldi

September 6, 2012 in Daniel Baldi, Paul Gray by Natália

No site do Conselho de Medicina de Iowa, uma rápida busca pelo nome de Daniel Baldi, nos leva a um documento contendo diversas acusações feitas no dia 23 de Agosto. Uma audiência será feita dia 11 e 12 de Outubro com o Conselho.

Na página número 4 do documento, estão listadas as acusações:

Primeira acusação

Incompetência: O médico responderá legalmente por uma ou mais das seguintes acusações:

  • Negligência médica grave;
  • Negligência médica grave em mais de um caso;
  • Falta de conhecimento ou habilidade nas obrigações profissionais;
  • Um desvio de conduta nos procedimentos padrões feitos por outros médicos de Iowa em situações semelhates;
  • Falha no respeito designado ao cuidado dos pacientes;
  • Falha em alcançar os padrões aceitáveis da prática da medicina em Iowa.

Continua..

Read the rest of this entry →

Slipknot se pronuncia sobre as acusações de Daniel Baldi

September 6, 2012 in Daniel Baldi, Paul Gray by Natália

Enquanto a morte de Paul Gray ainda é muito recente para nós, essas notícias nos deixou em um estado de muita raiva e tristeza. O fato dessa pessoa ter tirado vantagem da doença do nosso irmão enquanto estava em posição de ajudar, nos deixa revoltados. Só podemos esperar que a justiça seja feita para que isso NUNCA mais aconteça com ninguém. Nossos pensamentos estão com as famílias das outras vítimas. Vamos cooperar com o que for necessário para que esse tipo de tragédia nunca mais aconteça, e para que ele pague pelo que fez.

-Slipknot

 

Fonte: Slipknot1.com

Divulgada a lista de vítimas do Dr. Daniel Baldi

September 6, 2012 in Daniel Baldi, Paul Gray by Natália

Paul Gray (38 anos) em 24/05/2010
Documentos mostram que Paul continuava recebendo altas doses de narcóticos, mesmo sendo viciado. Paul, que cresceu em Des Moines, era conhecido por ser o baixista e co-fundador da banda Slipknot. Deixou a mulher, Brenna, e a filha October, que naceu alguns meses após sua morte.

Chad Martin em 16/07/2011
Dr. Baldi teria prescrito diferentes medicamentos, que causaram sua morte.

Brandy Stoutenberg (24 anos) em 11/09/2010
O médico teria receitado hydromorphone-hydrochloride e Darvocet, o que causou sua overdose. Era enfermeira e deixou uma filha, Emina.

Fred Pritchard (50 anos) em 29/05/2011
Mesmo sendo viciado e com tendências suicidas, recebeu 120 pilúlas de Vicodin. Deixou a mulher Andrea, três filhos e três netos.

Carla Davis (50 anos) em 25/02/2011
Recebeu 180 pílulas de hydromorphone e 450 de metadona. A causa da morte foi a mistura entre os remédios. Deixou três filhas.

Kathleen Cronkwright (63 anos) 19/10/2010
Recebeu uma dose mortal de hydromorphone. Deixou dois filhos.

Jason Spong (31 anos) em 16/09/2010
Era paciente e viciado, recebeu Xanax e Vicodin.

Jeff Lilly (61 anos) em 21/09/2009
Recebeu metadona, apesar do histórico de vício e tendências suicidas. Era músico e trabalhava em Iowa até ser diagnosticado com a doença de Crohn.

Fonte: Des Moines Register
Página 10 de 41« Primeira...89101112203040...Última »