Corey fala sobre Rick Rubin e Black Sabbath

December 17, 2011 in Corey Taylor by Natália

Depois de sua turnê solo, onde fez versões acústicas e conversou com a platéia, Corey Taylor voltou a falar sobre Rick Rubin, produtor do Slipknot no álbum “Vol. 3: Subliminal Verses” entre outras bandas. Corey disse que achou que o produtor foi escolhido corretamente para trabalhar no novo disco do Black Sabbath.

“Desta vez eu acho realmente que Rick Rubin é perfeito para o trabalho. Ele ficará fora do caminho para que eles continuem”, disse Taylor.

Falando sobre o Black Sabbath, Corey afirmou: “Só espero que os levem para o caminho certo. Só espero que eles consigam fazer algo justo e não só pelo dinheiro. Eu acho que Geezer e Tony vão empurrá-lo para frente, assim como Bill e Ozzy também o farão, eu acho que vai ser fantástico. Estou ansioso para ver um show de riffs!”

Fonte: Whiplash e Leitura Musical

Vídeo: Corey e James fazem versão acústica de Snuff e Vermilion Pt.2

December 15, 2011 in Corey Taylor, James Root by Natália

Foto: Deke Antrim

Snuff

Vermilion Pt. 2

Show realizado dia 13/12, em Orlando (Flórida) que fechou a turnê “An Evening With Corey Taylor”, que teve a participação de Jason, baixista substituto do Stone Sour.

Fonte: Blabbermouth

Corey Fala sobre Scott Weiland

December 14, 2011 in Corey Taylor by Natália

Durante o evento “An Evening With Corey Taylor”, no dia 28 de novembro, o músico expressou seu descontentamento com o que chamou de “arte moderna”, falando sobre a falta de imaginação para novos materiais e também sobre remakes de filmes. Confira abaixo o que Corey disse.

Sobre Scott Weiland, Corey o classificou como “um pedaço preguiçoso de merda”, isso sobre a decisão do vocalista de gravar o disco “The Most Wonderful Time Of The Year”, que segundo Taylor, seria um “álbum de férias”. E continuou: “O tópico desta noite, se você ainda não percebi isso, é preguiça, por que esses filhos da puta preferem apenas ‘cha-ching’ do que realmente usarem a porra dos seus cérebros para nos dar algo de bom nestes dias de merda. “

“Mais e mais pessoas estão apenas interessados ??em dinheiro do que de fazer qualquer coisa que é bom. Eu não estou dizendo todos, mas há um monte de merda de pessoas lá fora que preferem apenas ter o seu dinheiro e deixá-lo com nada. Vou te dar outro exemplo. Alguém sabe que Scott Weiland é ? Você sabe que Scott Weiland tem um álbum de Natal agora ? [Risos] Ah, é ruim. É mau. Deixe-me explicar-lhe como é ruim. Há uma linha de vídeo dele cantando, e ele é muito sério. Seu cabelo é todo penteado para trás e ele está em seu smoking de merda. Ele vai [imita Weiland está cantando]. Então, eu estou vendo isso – dolorosamente assistindo isso, porque hey, conhecer o inimigo – e eu sou como, ‘Por quê?’. Não é que ele é um mau cantor, porque ele não é. Eu amo STP, eu amo algumas das merdas que ele fez com o Velvet Revolver. Não é que ele é um cantor ruim. Ele é um pedaço preguiçoso de merda, é o que ele é neste momento. ‘Eu vou ficar aqui em cima … “[imita cantando Weiland e faz o ronco de som]. Todas estas pessoas que preferem lucrar com o pouco da porra da notoriedade que tem e ter o seu dinheiro e dar-lhe nada em troca. E que, para mim, é o real – o real – a preguiça neste país. Porque eu não sei sobre você, [mas] eu trabalho muito duro para ganhar o meu dinheiro – Eu trabalho muito duro pelo meu dinheiro – e quando eu realmente gastar dinheiro em algo, espero que seja não para sugar…”, afirmou Taylor.

Fonte: Leitura Musical (e Fabi Lima)

Corey Taylor fala sobre Rick Rubin

December 14, 2011 in Corey Taylor by Natália

O vocalista do Slipknot e do Stone Sour, Corey Taylor não para. Sua turnê solo, está rendendo musicalmente e também nas conversas que tem com o público presente nos shows. Dessa vez, Corey foi questionado e falou sobre como foi trabalhar com o produtor Rick Rubin, um dos mais conhecidos e lendários produtores de rock do mercado da música, tendo produzido discos de bandas como Metallica, Red Hot Chilli Peppers e System Of A Down.

Taylor disse: “Essa é uma pergunta muito, muito perigosa… agora, há pessoas que adorariam que eu simplesmente fosse politicamente correto e fazer média, o que seria, basicamente, dizer ‘Ah, sabe como é, trabalhar com Rick Rubin foi uma experiência muito enriquecedora. Ele é de fato um gênio… ’ deixa eu te bater a porra da real nessa. Rick Rubin aparecia 45 minutos por semana. Sim. Daí o Rick Rubin, durante esses 45 minutos, deitava num sofá, pedia pra colocarem um microfone perto da cara dele pra que ele não tivesse que se mexer. Eu juro por deus. E daí ele dizia, ‘Toca aí pra mim.’ O engenheiro tocava. E ele ficava de óculos escuros o tempo todo. Não tinha importância que não havia sol na sala – era tudo escuro. Você basicamente parece um otário a essa altura. E ele só ficava cofiando aquela barba enorme e comendo o quanto pudesse. E daí ele dizia, ‘Toca de novo.’ E daí ele mandava. ‘Para! Toca isso de novo.’”

“Ele tinha um assistente que tinha mais de dois metros. Ele tinha aquela doença que você não tem pêlos no corpo, então ele era careca. Ele parecia o primo neurótico do Mr. Clean. Mas ele basicamente administrava a vida de Rick Rubin – ele ficava em cima, em cima. Lá pela metade de nossos preciosos 45 minutos, ele trazia esse prato de bosta. Eu presumo que fosse comida. Era um verde azulado. Cheirava como se alguém tivesse mergulhado numa privada em algum canto. E ele comia isso tão rápido quanto fosse possível – e se sujava todo. E isso, quando você está trabalhando, é maravilhoso de se assistir… eu vou dizer: eu respeito o que Rick Rubin já fez, eu respeito o trabalho que ele fez no passado para chegar até onde ele está agora. Mas… e isso é um ‘mas’ do tamanho da bunda da Jennifer Lopez, mas eu vou mandar: o Rick Rubin de hoje é uma pálida, pálida sombra do Rick Rubin que ele já foi. Ele é superestimado, ele é supervalorizado, e eu nunca vou trabalhar como ele de novo enquanto eu viver”, completou o vocalista.

Fonte: Rocknews e Leitura Musical

#CoreyTaylorDay

December 8, 2011 in Corey Taylor by Natália

Foto: Mauricio Santana

Não deixem de participar do #CoreyTaylorDay no twitter, mandando sua mensagem para o Corey: @CoreyTaylorRock

Corey Taylor: Dallas (Texas)

November 21, 2011 in Corey Taylor by Natália

Corey: “O Slipknot fará outro álbum”

Hesitate (Stone Sour)

Through Glass (Stone Sour)

Something I Can Never Have (Nine Inch Nails)

Down in a Hole (Alice in Chains)

Thanks to: OOTP

Corey Taylor: Houston, Texas (17/11)

November 21, 2011 in Corey Taylor by Natália

Snuff (Slipknot)

Hesitate (Stone Sour)

Through Glass (Stone Sour)

Bother (Stone Sour)

Zzyzx Rd. (Stone Sour)

Dying (Stone Sour)

Spit it Out (Slipknot)

With or Without you (U2)

Something I Can Never Have (Nine Inch Nails)

Tiny Dancer

Father and Son

Down in a Hole (Alice in Chains)

Outsider (Ramones)

Dead Flower (Rolling Stones)

Thanks to: OOTP

Corey Taylor: Phoenix, Arizona

November 21, 2011 in Corey Taylor by Natália

Spit it Out (Slipknot)

Bother (Stone Sour)

Zzyzx Rd (Stone Sour)

Dying (Stone Sour)

Snuff (Slipknot)

Through Glass (Stone Sour)

Hesitate (Stone Sour)

Confortably Numb (Pink Floyd)

Father and Son (Cat Stevens)

Dead Flowers (Rolling Stones)

Outsider (Ramones)

Down in a Hole (Alice in Chains)

Something I Can Never Have (Nine Inch Nails)

With or Without You (U2)

Thanks to: OOTP

Página 17 de 21« Primeira...10...1516171819...Última »