Corey Taylor fala sobre cover de Sabotage com o Korn

January 31, 2015 in Corey Taylor, Prepare For Hell Tour, Slipknot 2015

coreytaylorqa2015_638

Muitos já se perguntaram se um dia o Slipknot faria uma parceria com os amigos de longa data do Korn além de excursionar juntos. Este momento finalmente chegou – dia 23 de janeiro de 2015, em Londres. Quando a banda de Bakersfield estava restes a concluir seu show, o vocalista Jonathan Davis anunciou uma surpresa preparada para aquela noite. Corey Taylor, James Root, Sid Wilson e Shawn Crahan subiram no palco e tocaram Sabotage, do Beastie Boys.

Mas como esta parceria se tornou realidade? “Foi ideia do Fieldy. Nós estávamos brincando sobre fazer algo juntos num dos shows e o Fieldy estava tipo ‘Por que não tocamos Sabotage?’ Nós gostamos, nos juntamos, ensaiamos e o resto é história”, disse Corey em vídeo divulgado nas redes sociais dos mascarados do Iowa.

Read the rest of this entry →

Chris: “As pessoas não se importam mais com a qualidade das músicas”

January 30, 2015 in Banda, Chris Fehn, Slipknot 2015

Slipknot-The-Palace-of-Auburn-Hills-11

O grande público não liga se as músicas são boas – pelo menos segundo Chris Fehn. Em entrevista ao Rock Sins, o percussionista do Slipknot falou sobre opinou sobre o atual estado da indústria fonográfica. “É realmente triste como as gravadoras estão passando por dificuldades. As pessoas não se importam mais com a qualidade das músicas. São consumidas tão rápido e com muita facilidade”, disse. No entanto, o músico assumiu culpa neste fenômeno. “Compro discos no iTunes só porque estou no meu carro, os quero agora mesmo e faço”, confessou.

Esta indagação surgiu após ele ser questionado sobre como os mascarados se sairiam caso fossem uma banda recente ao invés de terem lançado seu primeiro disco há quinze anos – segundo ele, uma boa pergunta. “Acredito que ainda assim seríamos diferentes do que está por aí hoje e nós ainda causaríamos impacto. Acho que se tivéssemos começado hoje, nós ainda teríamos vontade de sermos vistos”, respondeu.

Read the rest of this entry →

Slipknot anuncia nova turnê na América do Norte

January 26, 2015 in Banda, Prepare For Hell Tour, Summer's Last Stand

summerslaststand

O Slipknot anunciou hoje mais uma turnê na América do Norte para a continuidade do ciclo de .5: The Gray Chapter. A Summer’s Last Stand contará com a participação de Lamb of God, Bullet For My Valentine e Motionless in White e terá início no final de julho e se encerra no começo de setembro. Confira as datas:

24/07 – West Palm Beach, Florida – Cruzan Amphitheater
25/07 – Tampa, Florida – MidFlorida Credit Union Amphitheater
07/07 – Atlanta, Georgia – Aaron’s Amphitheater at Lakewood
28/07 – Detroit, Michigan – DTE Energy Music Theatre
29/07 – Darien Center, New York – Darien Lake Performing Arts Center
31/07 – Saratoga Springs, New York – Saratoga Performing Arts Center
01/08 – Wantagh, New York – Nikon at Jones Beach Theater
02/08 – Hartford, Connecticut – Xfinity Theatre
04/08 – Boston, Massachusetts – Xfinity Center
05/08 – Holmdel, New Jersey – PNC Bank Arts Center
06/08 – Pittsburgh, Pennsylvania – First Niagara Pavilion
08/08 – Toronto, Ontario – Molson Amphitheater
11/08 – Washington, D.C. – Jiffy Lube Live
12/08 – Virginia Beach, Virginia- Farm Bureau Live
14/08 – Indianapolis, Indiana – Klipsch Music Center
15/08 – Chicago, Illinois -First Midwest Bank Amphitheater
16/08 – St. Louis, Missouri -Hollywood Casino Amphitheater
19/08 – Denver, Colorado -Red Rocks Amphitheater
21/08 – Salt Lake City, Utah – USANA Amphitheater
24/08 – Vancouver, British Columbia – Rogers Arena
26/08 – Concord, California – Concord Pavilion
28/08 – Las Vegas, Nevada – MGM Resort Festival Lot
29/08 – Phoenix, Arizona -Ak-Chin Pavilion
30/08 – Albuquerque, New Mexico -Isleta Amphitheater
02/09 – Austin, Texas – Austin 360 Amphitheater
04/09 – Houston, Texas – Cynthia Woods Mitchell Pavilion
05/09 – Dallas, Texas – Gexa Energy Pavilion

Read the rest of this entry →

Mick: “.5: The Gray Chapter teve um processo criativo estranho”

January 15, 2015 in .5: The Gray Chapter, James Root, Joey Jordison, Mick Thomson, Paul Gray

jim mickk slipknot

Com os desfalques do baixista Paul Gray e do baterista Joey Jordison, muito se perguntava de como seria o processo criativo do Slipknot sem dois de seus membros fundadores. Como esperado, a produção de .5: The Gray Chapter foi diferente de seus antecessores e, segundo o guitarrista Mick Thomson, pitoresco.”Este disco teve um processo criativo estranho. Chegamos no estúdio mais cedo que planejamos. Jim e Corey tinham muitas demos e outras coisas acabaram surgindo no estúdio”, disse ao MusicRadar.

Não foi nem necessário ter uma jam com todos na mesma sala como inicialmente esperado – e como acontecia nos dois primeiros álbuns, escritos num porão. “Agora temos configurações idênticas de Pro Tools em nossos computadores e podemos trabalhar em material enquanto estamos em turnê”, explicou Mick. Tudo isso permite que a banda tenha músicas sendo feitas muito antes de irem ao estúdio.

Read the rest of this entry →

Slipknot é indicado a nove categorias do Loudwire Music Awards

January 9, 2015 in .5: The Gray Chapter, Banda, Corey Taylor, Premiações, The Devil In I, The Negative One

slipknot-16-9-1280x720-credit-facebook

O site Loudwire anunciou os indicados à quarta edição do Loudwire Music Awards, premiação anual destinado aos melhores do ano – e temos o Slipknot concorrendo em nove categorias. Como o prêmio é por voto popular, você pode ajudar os mascarados do Iowa a encher a sala de troféus. Seguem as votações:

Melhor Música de Metal (The Negative One)

Titã do Ano (Corey Taylor)

Fãs Mais Devotados

Melhor Banda Ao Vivo

Melhor Baterista (Novo Baterista)

Melhor Vocalista (Corey Taylor)

Melhor Banda de Metal

Melhor Disco de Metal (.5: The Gray Chapter)

Melhor Clipe de Metal (The Devil In I)

Fonte: Loudwire

Mick: “Espero que a próxima geração de guitarristas seja incrível”

January 7, 2015 in .5: The Gray Chapter, Mick Thomson

mick

Como a internet afetará a nova geração de músicos? Para Mick Thomson, a rede mundial de computadores só trará benefícios neste quesito. Em entrevista ao MusicRadar, o guitarrista do Slipknot falou sobre sua visão do assunto e não escondeu a empolgação. “Tenho certeza que veremos bandas novas que farão o Dream Theater parecer tecnicamente blasé”, opinou. Para ele, os novos artistas possuem todo o conhecimento coletivo no alcance de seus dedos. “A internet fez com que se tornar um músico fosse muito mais fácil, então espero que a próxima geração de guitarristas seja incrível”, continuou.

Mick ainda relembrou de seus primeiros dias como guitarrista, nos quais ele era leitor assíduo da Guitar World. “Eu ficava lendo e tentando entender as coisas. Eu era um garoto de quinze anos e queria saber todas as coisas possíveis”, contou. A boa notícia, segundo ele, é o fato da internet permitir que se aprenda muito mais do que em sua adolescência.

Read the rest of this entry →

James sobre tocar baixo: “Estava preparado pra fazê-lo se precisasse ser feito”

January 7, 2015 in .5: The Gray Chapter, Corey Taylor, James Root

Foto: Scott Moore/Retna Ltd./Corbis

Foto: Scott Moore/Retna Ltd./Corbis

Já se perguntou quem assumiria a responsabilidade de ser o baixista do Slipknot após a morte de Paul Gray? Não se trata somente do músico responsável por assumir o instrumento nos shows – o guitarrista James Root foi o grande responsável por assumir o baixo durante as gravações de .5: The Gray Chapter. “Eu toquei baixo em seis, talvez sete faixas. Não consigo nem lembrar em quais. Precisaria conversar com o cara que gravou as outras pra descobrir”, declarou à Music Radar.

Não foi algo feito com toda a vontade de Root. Segundo ele, trata-se mais de responsabilidade. “Eu estava preparado para fazê-lo caso precisasse ser feito, mas eu não queria”, explicou. A importância de Gray aos mascarados foi essencial para este sentimento. “Ninguém nunca substituirá o Paul e ele sempre fará parte de tudo que estamos fazendo. Tem uma parte de mim que, por respeito a ele, não queria ninguém novo pra tocar tudo”, disse.

Read the rest of this entry →

Chris: “Moshpits se tornaram uma forma de bullying”

December 11, 2014 in Chris Fehn, Slipknot 2014

chris-2-620x320

O posicionamento do Slipknot sobre os moshpits e a interação com a plateia se mantém inalterado? Segundo o Chris Fehn, a banda olha para as rodas de maneira diferente após a prisão de Randy Blythe do Lamb of God. “Acredito que, especialmente nos Estados Unidos, os moshs se tornaram uma forma de bullying. O cara grande fica no meio de tudo e acerta qualquer garoto menor que se aproxima”, disse o percussionista ao portal sulafricano Music Review.

Segundo o músico, pessoas assim devem ser tiradas dos moshpits. “Não o fazem da maneira correta hoje em dia. É péssimo porque não é sobre isso”, contou. Mas qual é a melhor maneira de aproveitar as rodas? “Um mosh bom é uma ótima maneira de ficar em grupo e dançar, fazer sua própria coisa”, opinou.

Read the rest of this entry →