Corey e Shawn falam sobre as apresentações da banda no Soundwave Festival

February 26, 2015 in Banda, Corey Taylor, Shawn Crahan, Slipknot 2015, Slipknot Live, Soundwave 2015

coreytaylorsoundwave2015int2_638

Com a aproximação da participação do Slipknot no Soundwave Festival, o TeamRock entrevistou o vocalista Corey Taylor e o percussionista Shawn Crahan sobre as duas apresentações. “A coisa legal de vir e ser a atração principal do Soundwave é que tem muitas boas bandas. É uma coisa vir em turnê por conta própria, fazer seus shows, mas vir aqui e tocar num festival desta magnitude, você não sabe com quem se encontrará. Existem tantas bandas boas que representam tantas vertentes”, disse o frontman.

Shawn também segue a mesma linha de pensamento. “É realmente algo muito legal de se fazer parte. Poder pegar todas estas coisas diferentes em vez de um festival convencional onde metal e hard rock são colocados juntos e esquecem das coisas alternativas”, opinou. Ele ainda elogiou o fato de poder estar no mesmo dia de bandas como Smashing Pumpkins  – artistas diferentes dos quais eles normalmente são colocados para tocar nos mesmos dias.

Read the rest of this entry →

Ator de Sons of Anarchy será o protagonista de filme de Shawn Crahan

February 23, 2015 in Filmes, Shawn Crahan

50d0dbf1cfaae9fd13f6948927fa5351

Shawn Crahan está prestes a estrear como diretor e já há nomes sendo confirmados para participar da empreitada. O ator Kim Coates, também conhecido por interpretar Tig Trager na série Sons of Anarchy, será o protagonista de Officer Downe. Trata-se de uma adaptação da graphic novel de Joe Casey publicada pela Image Comics e a trama mostra um policial morto e revivido pelos seus superiores para continuar servindo a lei. Mark Neveldine e Skip Williamson estão confirmados como produtores.

Não há data de estreia confirmada e a produção se iniciará em março. Shawn já atuou na direção de clipes e DVDs do Slipknot e já declarou estar se preparando para dar este passo há um bom tempo. “Estive me preparando para dirigir e roteirizar e é isso que estive fazendo nos últimos dez anos: aprender, estudar e me aprimorar”, disse em entrevista ao The Pulse of Radio. “Sabe, eu sinceramente acredito que criaremos o próximo Laranja Mecânica e morrerei tentando porque esta é a minha vida”, concluiu.

Fonte: Blabbermouth

Chris sobre o amor ao Slipknot: “Não mudou nada desde o primeiro dia”

February 20, 2015 in Banda, Chris Fehn

chrisfehnroadrunneruk_638

Há quem acredite que muito tempo na estrada afete sua paixão pela música – mas este não é o caso de Chris Fehn. Em entrevista à Roadrunner Records britânica, o percussionista afirmou que seu amor à música e ao Slipknot não foram afetados pelo tempo.”Não mudou nada desde o primeiro dia. Estas músicas ainda significam algo para mim. As palavras do Corey ainda significam algo para mim e possuem muito valor na minha vida”, declarou.

Desta forma, o músico não se sente nem um pouco saturado com a rotina dos mascarados de Des Moines. “É realmente fácil tocar continuamente, noite a noite, as mesmas músicas, coisa que alguns acreditariam se tornar tediosa. Como eu amo tanto a banda quanto o que nós representamos, isso me permite abrir meu coração e quem eu realmente sou, além de quanto eu amo metal e o Slipknot”, continuou.

Read the rest of this entry →

Segundo Corey, morte de Paul o fez valorizar mais os companheiros

February 13, 2015 in .5: The Gray Chapter, Banda, Corey Taylor, Paul Gray

coreytaylorfaceculture2015finger_638

A morte de Paul Gray é um dos temas mais recorrentes das entrevistas do Slipknot. Sem o baixista, a banda por um período difícil antes de entrar no estúdio para gravar .5: The Gray Chapter – e isto mexeu com a trajetória da banda. Em entrevista ao FaceCulture, Corey Taylor declarou que a perda do membro fundador o fez valorizar mais seus companheiros. “Talvez seja uma das únicas coisas positivas que possam sair de uma tragédia como essa. Tento fazer meu melhor para fazê-los terem certeza que sabem o quanto eu gosto deles todos os dias”, contou o vocalista.

Perguntado sobre os temas abordados no novo disco, o músico apontou a importância de não encarar nada como se já estivesse garantido como o principal. “Alguém que você ama pode ir embora rápido assim e você nunca terá outra chance de dizer que os ama”, disse. Para ele, se trata de algo realmente difícil porque as pessoas hoje em dia são muito egoístas. “É difícil ter este tipo de abertura agora. Especialmente neste dia e idade, quando todos são tão ‘eu, eu, eu, eu, eu’, é difícil imaginar algo como isso sendo tirado de você”, encerrou.

Fonte: Blabbermouth

Shawn: “Evoluímos desde o começo; é nosso jeito”

February 9, 2015 in .5: The Gray Chapter, Prepare For Hell Tour, Shawn Crahan, Slipknot 2015

clownshawncrahanslipknotmilan2015_638

O Slipknot continua evoluindo e buscando novos rumos. Em entrevista ao site italiano SpazioRock, Shawn Crahan afirmou que a banda evolui desde o começo por ser a natureza deles. “Não pareço com quem eu era em 1999, então por que devo fazer música de 1999? No entanto, ainda sou eu, portanto você ainda me terá. Você ainda terá o Slipknot – sempre. A próxima coisa será diferente e diferente e você estará sentado aqui perguntando ‘De novo?’ É só quem nós somos, cara”, explicou o percussionista.

Perguntado sobre qual seria seu disco preferido da banda, o músico contou nutrir amor por todos os seus trabalhos. “Não tenho um favorito porque são todos pedaços da minha vida”, contou. Shawn aproveitou demonstrar o orgulho que sente do recente .5: The Gray Chapter. “Como qualquer outro álbum, nos divertimos muito o fazendo. Fomos a lugais mais distantes, nos juntamos e fizemos músicas loucas. Os fãs parecem amá-lo e nós o amamos. As coisas estão boas”, disse.

Read the rest of this entry →

Korn divulga vídeo de cover de Sabotage com o Slipknot

February 6, 2015 in Chris Fehn, Corey Taylor, James Root, Prepare For Hell Tour, Shawn Crahan, Sid Wilson, Slipknot 2015

10929215_820270408027659_1064672056397097837_n-640x380

Após o lançamento de .5: The Gray Chapter, o Slipknot embarcou em turnê com o Korn para divulgar o novo trabalho. Durante a apresentação da banda de Bakersville pela Prepare For Hell Tour em Londres, no último dia 23, o vocalista Jonathan Davis chamou os mascarados do Iowa para tocar Sabotage, do Beastie Boys. A performance foi gravada e postada hoje em seu canal oficial no Youtube. Confira:

Corey: “Michael Myers me preparou psicologicamente pra entrar no Slipknot”

February 5, 2015 in Corey Taylor, Filmes

corey-taylor-slipknot-knotfest-2014-shaun-vizzy-17-of-18-e1420846873313

Qual a ligação entre os filmes Halloween e a carreira de Corey Taylor? Em entrevista ao site Life+Times, o vocalista revelou a influência da série de terror em introduzi-lo ao gênero ainda aos cinco anos e o preparou para se juntar à banda. “Naquela idade eu ainda não tinha sido exposto a nada como aquilo. Então lembro de ficar pensando ‘Quem é este cara com a máscara branca?’ Acho que isso talvez tenha me preparado psicologicamente para entrar no Slipknot“, contou.

O músico foi apresentado ao assassino em série Michael Myers, quando tinha cinco anos e assistiu a prévia da obra. “Foi antes do trailer de Buck Rodgers. Lembro de dizer ‘Não quero ver este filme que viemos assistir; quero ver ESTE filme”, relembrou. Taylor elogiou o fato do clássico não exigir muito e possuir uma tensão natural, responsável por mantê-lo no nível assustador e torná-lo diferente. “Você pode ter o monstro mais louco do planeta com todo sangue e fluídos saindo de seu rosto e não impactante ou assustador quanto Michael Myers só lhe encarando silenciosamente”, disse.

Read the rest of this entry →

Sucesso de .5 significa que o Slipknot está fazendo algo corretamente de novo, diz Corey

February 5, 2015 in .5: The Gray Chapter, Banda, Corey Taylor, Slipknot 2015

75893687-optimized_549c2b7e08a41

O sucesso de .5: The Gray Chapter é um ótimo sinal para o Slipknot – pelo menos segundo Corey Taylor. Em entrevista ao site Life+Times, o vocalista se mostrou satisfeito com a aceitação do novo disco, pare ele um sinal de que eles estão fazendo algo corretamente de novo. “O fato das pessoas o estarem abraçando – gente saindo e comprando ele e levando o disco a um ponto no qual as pessoas não precisam dizer que o metal está morto hoje em dia”, disse.

A ausência de Paul Gray foi novamente assunto da conversa. “Esperamos até quando sentíssemos que fosse o momento pra fazer o disco. Quando nos juntamos, estávamos empolgados sobre ele”, contou o frontman. Antes disso, os membros da banda trocaram demos e foram se empolgando com a ideia de fazer música novamente. “Passamos muito tempo conversando bastante e rindo. Meio que pareceu como se o espírito do Paul estivesse com a gente. Foi um período muito aproveitável; fazia muito tempo que não sentíamos isso”, confidenciou.

Read the rest of this entry →