Chris sobre o amor ao Slipknot: “Não mudou nada desde o primeiro dia”

February 20, 2015 in Banda, Chris Fehn by Felipe Maia

chrisfehnroadrunneruk_638

Há quem acredite que muito tempo na estrada afete sua paixão pela música – mas este não é o caso de Chris Fehn. Em entrevista à Roadrunner Records britânica, o percussionista afirmou que seu amor à música e ao Slipknot não foram afetados pelo tempo.”Não mudou nada desde o primeiro dia. Estas músicas ainda significam algo para mim. As palavras do Corey ainda significam algo para mim e possuem muito valor na minha vida”, declarou.

Desta forma, o músico não se sente nem um pouco saturado com a rotina dos mascarados de Des Moines. “É realmente fácil tocar continuamente, noite a noite, as mesmas músicas, coisa que alguns acreditariam se tornar tediosa. Como eu amo tanto a banda quanto o que nós representamos, isso me permite abrir meu coração e quem eu realmente sou, além de quanto eu amo metal e o Slipknot”, continuou.

Chris também foi perguntado sobre o que ele quer ver os fãs levarem dos shows da banda. A resposta? Nada. “Prefiro que eles deixem tudo lá e soltem tudo que precisarem para voltar para casa revigorados, talvez tendo exorcizado alguns demônios. Liberar a dor e o amor e ir para casa completamente sem algo na cabeça e com as orelhas zubindo”, encerrou.

Fonte: Blabbermouth