Corey Taylor diz que fazer o .5 The Gray Chapter foi “mais emocional do que estressante”

September 26, 2014 in .5: The Gray Chapter, Banda, Corey Taylor, Novo Álbum 2014, Slipknot, Slipknot 2014 by Hannya

Corey_taylor-555x290

Corey Taylor afirmou que a banda não sentiu qualquer tipo de pressão fazendo o seu primeiro álbum em seis anos, o .5: The Gray Chapter, chamando a experiência de “mais emocional do que estressante.”

O novo CD é o primeiro do Slipknot desde a morte do baixista Paul Gray em 2010 e a demissão do baterista Joey Jordison no final de 2013.

Em declarações à estação de rádio Q105.1 em Fargo, North Dakota, Corey disse:.. “A grande coisa sobre essa banda é que nós nunca colocamos algemas em nós mesmos criativamente. Se estamos nos sentindo de um jeito, vamos dessa forma, se nós não estamos, então nós tendemos a ir na direção oposta. É uma das razões pela qual levou tanto tempo para realmente começar a pensar em fazer um novo álbum, porque nós não íamos fazê-lo até que estivéssemos prontos”.

Ele continuou: “Quanto a pressão, nunca tivemos muita pressão, porque nos aproximamos desse jeito. Somos, tipo, ‘Nós vamos fazer o que queremos. Se ninguém escutá-lo, tudo bem , mas já cumprimos com alguma coisa dentro de nós mesmos. “Por isso, foi mais emocional do que foi estressante, para ser honesto. Porque preencher o lugar de Paul, especialmente, foi difícil. Ele era uma parte tão integrante do processo de composição e tinha um bom ouvido para isso, sabíamos que nós todos iríamos ter que entrar e preencher este lugar, e eu acho que nós fizemos um grande trabalho. Jim [Root, guitarra] veio com algumas coisas de arrebentar, eu trouxe algumas coisas, Clown [Shawn Crahan, percurssionista] trouxe algumas coisas com uma atmosférica realmente arrebatadora que fomos capazes de construir em boa música. Acho que todos nós realmente nos aproximamos do desafio, e eu acho que foi porque queríamos. Não foi porque sentimos que tínhamos [a obrigação]; sentimos que queríamos, que queríamos ser capazes de fazer isso, de fazer novas músicas com essa banda novamente. Então não foi muito estressante como foi poderoso”.

Corey negou recentemente que nova música da banda, “The Negative One” é sobre Joey Jordison, dizendo à Metal Hammer: “The Negatine One” é sobre mim, e não só eu, mas todos da banda. Nós todos temos tantos lados diferente de nós mesmos, mas especialmente com essa banda. Quando estamos juntos, há algo sobre a música que fazemos que realmente desencadeia a loucura, a droga escura dentro de nós. E essa música em particular é sobre, basicamente, envolver isso tudo novamente, deixando que tudo venha à tona e seja dito. Porque se você não fizer isso, então você se senta , se reprime e deixa que isso exploda de uma maneira muito negativa. Então, essa música é sobre se libertar”.

O Slipknot lançou “The Negative One” em agosto como uma prévia de “.5: The Gray Chapter”, que chega em 21 de outubro via Roadrunner.

A música foi seguida pelo primeiro single oficial, “The Devil In I“.

Corey disse ao The Pulse Of Radio que o novo disco é autobiográfico. “O álbum todo é essencialmente a história da banda ao longo dos últimos quatro anos, e parte dessa história é que nós tivemos que chegar a um ponto de aceitação em tudo”, disse ele. “Você sabe, os últimos quatro anos têm sido muito difícil para nós.”

Corey disse à Metal Hammer que o álbum é apresentado como uma história, “a partir do momento que Paul morreu ao momento em que saímos do estúdio. Assim, existem algumas músicas que tratam, não do Joey em particular, mas sobre a tensão e tentar lidar com a loucura que todos temos”.

Fonte: Blabbermouth.net